64

Lúcio Funaro prestou depoimento durante três horas ontem (14) à Polícia Federal, em Brasília, no inquérito da Operação Patmos, que investiga o presidente Michel Temer.
Funaro, que negocia um acordo de colaboração premiada com a Procuradoria-Geral da República (PGR), promete detalhar desvios financeiros praticados pelo PMDB da Câmara dos Deputados - grupo liderado por Temer, principal alvo de sua delação.
Funaro está preso desde julho do ano passado em Brasília. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: O Tempo

  •   SPS - Área Especial - Conjunto 4,
    Serviço Médico DIREF - CEP:70610-902
    Brasília - DF
  •   (61) 3445-2011
  •   (61) 3346-1023
  •   (61) 3346-4861
  • diref@diref.org.br

Localização